quinta-feira, 1 de março de 2012

Sinto Saudades


Sinto saudades de quem nunca fui,
de um passado atravessando o presente de minhas lembranças
trazendo suspiros calados na alma
levando lágrimas escorridas do coração...
Sinto que o tempo adora brincar de me ver assim
... e dos arquivos de minhas memórias,
olha elas alí, fazendo faltar ar em minha respiração,
secando a boca e molhando os olhos...
Sinto saudades de quem nunca fui,
mas será que isso é verdade?
minha presença dentro dessas imagens,
certamente, me coloca ao vivo e em cores nessa realidade,
parte atuante, que desvaneceu a certo tempo,
reaparecendo em futuro certo
para os devidos reparos da vida,
fator pelo qual aqui estou
a sentir essa doida saudade de quem nunca fui!

Pouso Alegre (MG), 01 de março de 2012.

Otail Santos de Oliveira